< Voltar

Bell 429 está certificado no Brasil, anuncia TAM Aviação Executiva

É o primeiro helicóptero do mundo certificado WAAS, sistema de aproximação de pouso vertical em piloto automático

Envie a um amigo Curtir
Tweet

23/12/2010

Bell 429 está certificado no Brasil, anuncia TAM Aviação Executiva

O Bell 429, o mais recente modelo de helicóptero da Bell Helicopter, representada no Brasil pela TAM Aviação Executiva, recebeu da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) a certificação para voar em território brasileiro.

 

"A autorização chega em um momento excelente. A economia brasileira está em crescimento e teremos, nos próximos anos, outros importantes estímulos aos negócios, como a Copa do Mundo de 2014, as Olimpíadas de 2016 e a exploração do Pré-Sal. A consequência será uma utilização maior das aeronaves executivas, como o Bell 429", destacou diretor comercial da TAM Aviação Executiva, Leonardo Fiúza.

 

O Bell começará a voar no Brasil possuindo também certificações para cumprir ou exceder os mais recentes requisitos de aeronavegabilidade das agências de aviação civil dos Estados Unidos (FAA), do Canadá (TCCA) e da Europa (EASA). A aeronave é certificada, ainda, para as chamadas operações Categoria A (capacidade para prosseguir em voo monomotor após pane na decolagem, inclusive em heliponto elevado) e para voos por instrumentos com apenas um piloto.

 

O preço estimado do Bell 429 é de US$ 5,8 milhões FOB (antes de impostos, no mercado norte-americano).

 

Diferenciais

Dono da maior cabine da categoria bi-turbina leve (duas Pratt & Whitney PW207D1, de potência máxima contínua de 635 SHP cada), o 429 pode atingir 278 km/h com carga máxima. Vazio e ao nível do mar, essa velocidade aumenta para 285 km/h. O espaço interno e a alta tecnologia embarcada permitem ao 429, em sua configuração máxima, levar até sete passageiros, já que pode ser tripulado por apenas um piloto mesmo nas piores condições meteorológicas. Um dos grandes diferenciais do 429 é a sua plataforma de aviônicos glass cockpit. Com até três telas digitais de LCD de última geração, a aeronave possui os mais modernos painéis da atualidade. O Bell 429 contém também uma cabine de configurações flexíveis que permite montar uma UTI aérea, levando dois médicos, enfermeiro e duas macas. O ingresso na aeronave pode ser realizado por uma ampla porta traseira opcional. Por conta desses vários diferenciais o 429 já registrou, no mercado norte-americano, encomendas como da Chevron, uma das maiores petrolíferas do mundo, que utilizará a aeronave no mercado offshore de óleo e gás no Golfo do México; e do San Juan Medical Center, que atende a uma vasta região nos EUA.

 

Pioneirismo em certificações

O Bell 429 foi o primeiro helicóptero do mundo certificado WAAS, sistema de aproximação de pouso vertical em piloto automático, com uma rampa de até 9 graus a uma velocidade mínima de aproximação de 83 km/h, com visibilidade de até 250 pés. A certificação permite que o helicóptero faça aproximação automática para pouso em metrópoles densamente edificadas, como a cidade de São Paulo. Além disso, o Bell 429 é também o primeiro helicóptero certificado pelo programa Maintenance Steering Group (MSG-3), um novo conceito em programas de manutenção, que engloba um sistema e seus equipamentos e não apenas componentes. Além de melhorar a segurança operacional das aeronaves, isso simplifica o gerenciamento e a logística da manutenção.



Fonte: TAM AE

Autor: Milena Cherubim - Insight Engenharia de Comunicação