< Voltar

Bell 429 ganha um aumento de autonomia e performance

Transport Canada autoriza helicóptero a acrescentar mais 500 lbs de peso máximo na decolagem

Envie a um amigo Curtir
Tweet

13/01/2012

Bell 429 ganha um aumento de autonomia e performance

Transport Canada autoriza helicóptero a acrescentar mais 500 lbs de peso máximo na decolagem

A Bell Helicopter, representada no mercado brasileiro pela TAM Aviação Executiva, recebeu em regime de exceção uma autorização da Transport Canada para estender em 500 libras (para 7.500 libras) o peso máximo de decolagem do Bell 429. Com isso, na sua configuração máxima (um piloto e sete passageiros), a aeronave pode agora decolar com mais 500 lbs de combustível, aumentando a sua autonomia em cerca de uma hora de voo. Já os 429 que são empregados como ambulâncias aéreas e aeronaves patrulha, por exemplo, serão capazes de salvar mais vidas e oferecer mais proteção à sociedade.

"Este aperfeiçoamento é resultado de vários pedidos de clientes para aumentar o desempenho do 429. Eles diziam adorar características e a performance da aeronave, mas queriam mais autonomia e poder aproveitar melhor as capacidades IFR/WAAS do helicóptero. Ou seja, o que era bom ficou ainda melhor", diz Leonardo Fiuza, diretor Comercial da TAM AE, acrescentando que todos os testes realizados além do limite anterior da aeronave (7.000 libras) indicaram que o 429 não sofreria nenhuma limitação técnica com o aumento do peso máximo de decolagem para 7.500 lbs. Esse aumento do peso máximo na decolagem está disponível para toda frota do 429, inclusive para as aeronaves já entregues, que terão à disposição um kit mínimo desenvolvido pela Bell.

A Bell espera agora que a exceção conferida pela Transport Canada seja também reconhecida pela Federal Aviation Administration (FAA), pela European Aviation Safety Agency (EASA) e pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), permitindo voos com 7.500 lbs nos EUA, Europa e Brasil. "Temos um grande respeito e um ótimo relacionamento tanto com FAA como com a EASA, e acreditamos que eles vão seguir a decisão da Transport Canada. Afinal, ela possibilita melhorias que aumentam a capacidade operacional para proprietários e operadores do Bell - uma típica situação win/win", diz Larry Roberts, vice-presidente Comercial da Bell Helicopter.

Certificado pela FAA e pela EASA, em 2009, e pela ANAC, em 2010, o Bell 429 é o mais avançado helicóptero bi-turbina leve do mundo, estabelecendo um novo parâmetro para a categoria. Oferece velocidade e alcance excepcionais, alta performance no voo pairado e maior margem de segurança. Além disso, é o primeiro helicóptero do mundo certificado para WAAS, um sistema de aproximação de pouso vertical em piloto automático. Outro segredo do 429 é a sua plataforma de aviônicos full glass cockpit. Com telas digitais de LCD de última geração já na sua versão standard, a aeronave possui os mais modernos painéis da atualidade, com piloto automático de quatro eixos (opcional) e homologação para single pilot IFR.

O preço estimado do Bell 429 é de US$ 6,3 milhões (preço FOB-EUA, antes de impostos).



Fonte: Bell Helicopter

Autor: Insight Comunicação | TAM Aviação Executiva