< Voltar

Embraer avança nos programas Legacy 450 e Legacy 500

O primeiro vôo está programado para o terceiro trimestre

Envie a um amigo Curtir
Tweet

05/03/2012

Embraer avança nos programas Legacy 450 e Legacy 500

O primeiro vôo está programado para o terceiro trimestre

O programa de desenvolvimento da Embraer para o jato executivo Legacy 500, de categoria midsize, e alcance de de 5.560 km (3.000 milhas náuticas), atingiu vários marcos importantes recentemente, incluindo testes de taxiamento e o início dos Testes de Vibração em Solo (GVT) que precedem o primeiro vôo programado para o terceiro trimestre. Os marcos também incluíram avanços no segundo e terceiro protótipos. Simultaneamente, teve início a Fase de Definição Conjunta (Joint Definition Phase - JDP) para a aeronave irmã, o jato executivo midlight Legacy 450, com alcance de 4.260 km (2.300 milhas náuticas).

"Alcançamos marcos importantes que nos deixam confiantes de que poderemos realizar o primeiro vôo do Legacy 500 no terceiro trimestre deste ano, conforme planejado", disse Marco Túlio Pellegrini, Vice-Presidente de Operações e COO da Embraer, Aviação Executiva. "Os testes demonstram que a aeronave está muito madura em termos de design e integração de sistemas. Enquanto o Legacy 500 inicia a fase de testes, o desenvolvimento do projeto Legacy 450 cresce, com a JDP já bem avançada."

O primeiro protótipo do Legacy 500 começou os testes de taxiamento e GVT em março, alcançando 40 nós e, depois, 80 nós. Ao mesmo tempo, os primeiros acionamentos do sistema elétrico e a junção asa-fuselagem foram completados no protótipo 2. A produção também completou a junção de fuselagem do protótipo 3, que será o primeiro a ter o interior completo.

As bancadas de ensaio para desenvolvimentos também estiveram ativas. O Iron Bird, uma plataforma integrada de testes de comandos de vôo, está sendo usado para avaliar o equipamento e componentes dos comandos de vôo fly-by-wire, aviônicos, sistema hidráulico e várias outras interfaces de sistema, tendo realizado mais de 1.700 horas de testes.

Há mais de 800 engenheiros da Embraer apoiando esses esforços técnicos para a certificação das aeronaves pela ANAC (Brasil), FAA (EUA), EASA (Europa) e outras autoridades de aviação em mercados-chave em todo o mundo. As aeronaves serão as únicas em suas categorias equipadas com comandos de vôo eletrônicos fly-by-wire de última geração, que aumentam o conforto operacional e dos passageiros, ao mesmo tempo em que reduzem a carga de trabalho do piloto e o consumo de combustível.

O Legacy 500 foi apresentado em 23 de dezembro de 2011. Em 17 de janeiro de 2012, a Embraer realizou a primeira partida do motor na sede em São José dos Campos. Os testes foram bem-sucedidos, com todas as funcionalidades e interfaces funcionando conforme o esperado.

Uma série de avaliações preliminares - como testes de APU e primeiro abastecimento - foram realizados no dia anterior à partida do motor. Os testes de motor são essenciais para a avaliação adequada de todos os sistemas relacionados: sangria de ar, elétrico, ambiental (ar condicionado), hidráulico e lógica do FADEC, bem como para a integração do motor com os aviônicos. A pressurização também foi feita com excelentes resultados, além de testes bem-sucedidos de manobrabilidade e freios.



Fonte: Embraer

Autor: Embraer