< Voltar

Embraer e AgustaWestland: esforços conjuntos na América Latina

O acordo pode levar a produção de helicópteros para o mercado comercial e militar

Envie a um amigo Curtir
Tweet

21/01/2013

Embraer e AgustaWestland: esforços conjuntos na América Latina

O acordo pode levar a produção de helicópteros para o mercado comercial e militar

A Embraer S.A. e a AgustaWestland, empresa controlada pela italiana Finmeccanica, anunciaram hoje a assinatura de um memorando de entendimentos (MoU) visando a criação de uma joint-venture no Brasil. O acordo pode levar à produção dos helicópteros AgustaWestland no país, direcionados tanto para o mercado comercial quanto militar no Brasil e na América Latina.

"Este é um passo importante para a Embraer, em continuidade à expansão dos nossos negócios", disse Frederico Fleury Curado, Diretor-Presidente da Embraer. "Estamos certos de que a combinação de habilidades e competências da Embraer e da AgustaWestland gerará valor para os clientes da região."

"Estamos satisfeitos com a assinatura deste memorando de entendimentos com a Embraer e esperamos trabalhar em conjunto para estabelecer uma joint-venture no Brasil voltada à fabricação e comercialização de helicópteros", disse Bruno Spagnolini, CEO da AgustaWestland. "O Brasil é um importante mercado para a AgustaWestland e acreditamos que ter uma presença industrial neste país ajudará nosso negócio a prosperar ainda mais em um dos mercados de maior crescimento do mundo."

Estudos preliminares realizados pelas duas companhias mostram um grande potencial de mercado para helicópteros bimotores, de capacidade média, especialmente para atender as demandas apresentadas pelo mercado de óleo e gás. Outros setores-chave, tais como transporte executivo e o segmento militar, também mostram um potencial promissor. Os parceiros visam a estabelecer a joint-venture em poucos meses, tão logo seja alcançado o acordo final e obtidas as aprovações necessárias.



Fonte: Assessoria de imprensa

Autor: Embraer