< Voltar

Entregas da aviação geral em 2015 começam devagar

Relatório foi divulgado pela GAMA, associação de fabricantes de aeronaves dos EUA

Envie a um amigo Curtir
Tweet

15/05/2015

Entregas da aviação geral em 2015 começam devagar

A GAMA (General Aviation Manufacturers Association), associação de fabricantes da aviação geral nos Estados Unidos, publicou o relatório de entregas do primeiro trimestre de 2015. As entregas de aviões e helicópteros somam 678 aeronaves e um valor total de 5.3 bilhões de dólares. Os números parecem bons, mas estão abaixo do esperado, pois representam uma queda de 12.6% para aviões e 17.9% para helicópteros comparado ao mesmo período do ano passado.

Os números são particularmente ainda piores para a indústria de aeronaves de asa rotativa, que já teve uma queda de 400 milhões de dólares em 2014 em relação ao ano anterior. Já para o mercado de aviões, os números não são tão alarmantes pois 2014 foi um ano com receitas acima do esperado, com exceção ao mercado de turboélices, que teve uma queda de 6.5%. Em contrapartida, a categoria de turboélices teve a menor queda em 2015, com redução de 8% nas entregas.

Em ambos os segmentos, o mercado de aeronaves com motor a pistão teve o pior desempenho. As entregas de aviões a pistão tiveram uma queda de 20%, enquanto as de helicópteros a pistão foram de 29.7% no primeiro trimestre.

O presidente e CEO da GAMA, Pete Bunce, atribui para da culpa pela queda nas vendas às agências reguladoras do governo americano. “Nossa indústria está focada em recuperar o crescimento, mas para isso precisamos do apoio do Congresso dos EUA em reautorizar a liberação de crédito do banco de exportações e importações até 30 de junho. O Congresso precisa agir rapidamente para garantir estabilidade ao mercado,” disse Bunce.

Redação FlightMarket
Fonte: Flying Mag