< Voltar

Gulfstream encerrará produção do G450 em 2018

Modelo será substituído pelo novo G500, programado para entrar em serviço no mesmo período.

Envie a um amigo Curtir
Tweet

23/10/2016

Gulfstream G450 encerra produção
A Gulfstream encerrará a produção do G450 em 2018. O modelo será substituído pelo novo G500, programado para entrar em serviço no mesmo período.



A Gulfstream irá encerrar a produção do jato executivo G450 em 2018, 14 anos desde a entrada em serviço e 35 anos desde o início da fabricação de jatos da categoria Large. O modelo será substituído pelo novo G500 no início de 2018, o primeiro jato large-cabin desenvolvido do zero pela fabricante desde a certificação do GIV em 1987.

Cerca de 400 jatos G450 foram entregues pela Gulfstream desde a certificação em 2004, 5 delas no Brasil. No total, 870 unidades do GIV, GIV-SP e G450 foram fabricadas, sendo que os modelos compartilhavam do mesmo certificado de tipo. O G450 possui seção transversal da cabine e asas semelhantes às do GIV, porém, utiliza uma suíte de aviônicos Honeywell PrimusEpic, chamada de PlaneView Cockpit pela Gulfstream.

O novo G500 conta com diversas melhorias, como aviônicos PlaneView II com tecnologia fly-by-wire e comandos por Sidesticks ao invés de manches. Sua fuselagem também é mais larga do que a dos jatos da linha GIV e as asas são similares às do G650. Os motores turbofan são Pratt & Whitney Canada PWC814GA, uma mudança radical, já que a Gulfstream historicamente utiliza motores Rolls-Royce.

No momento, 5 protótipos do G500 estão em desenvolvimento e já acumularam mais de 1.600 horas de voo de testes. O modelo terá alcance de 9.260km e preço de US$ 43,5 milhões.

Redação FlightMarket
Foto: Gulfstream