< Voltar

Legacy 500 da Embraer realiza primeiro voo “impecável”

As primeiras entregas da aeronave estão previstas para o início de 2014

Envie a um amigo Curtir
Tweet

27/11/2012

Legacy 500 da Embraer realiza primeiro voo “impecável”

A Embraer voou hoje pela primeira vez o Legacy 500, marcando o início de uma nova geração de jatos executivos. O bem-sucedido primeiro voo do Legacy 500 é o marco inicial de seu programa de testes em voo. As primeiras entregas da aeronave estão previstas para o início de 2014.

"Este jato extraordinário simboliza o futuro da aviação executiva e é fruto da inovação, talento e dedicação que fazem parte da cultura da Embraer", disse Frederico Fleury Curado, Diretor-Presidente da Embraer.

"Esta é a aeronave que nos levará de importante competidor da indústria de jatos executivos para a liderança do mercado", disse Ernest Edwards, Presidente da Embraer - Aviação Executiva. "O Legacy 500 quebra todos os paradigmas de jatos desta categoria ao oferecer o que nunca foi oferecido antes. É inestimável a importância do sistema eletrônico de voo fly-by-wire. Essa tecnologia é para a aviação executiva o que o GPS tem sido para a navegação. Isso garantirá maior segurança, precisão, eficiência e conforto para cada voo da aeronave."

Os pilotos de teste Mozart Louzada e Eduardo Camelier, acompanhados dos engenheiros de ensaios em voo Gustavo Monteiro Paixão e Alexandre Figueiredo, voaram o Legacy 500 por 1 hora e 45 minutos, executando ampla variedade de testes de sistemas e avaliando características de desempenho e dirigibilidade. Em razão da extensa utilização de simuladores e da campanha de testes em solo, a aeronave foi capaz de atingir um significativo envelope operacional logo em seu voo inaugural. Vários sistemas foram acionados, inclusive recolhimento do trem de pouso.

"A partir do momento em que você entra no cockpit, é possível afirmar que se trata claramente de uma nova e surpreendente geração de jatos executivos", disse o comandante Louzada. "O voo foi um sucesso, exatamente como o previsto no plano. Foi impecável." A cabine espaçosa tem um manche lateral de controle (sidestick) e o mais avançado sistema de aviônica disponível hoje no mercado.





O Legacy 500 é o que a indústria denomina de projeto "clean-sheet", ou seja, desenvolvido do zero, sem utilizar desenhos de outras aeronaves.  Seu design é baseado em uma extensiva pesquisa de mercado realizada com operadores e clientes. "Nós ouvimos com entusiasmo e agimos com agressividade", disse Marco Túlio Pellegrini, Vice-Presidente de Operações da Embraer - Aviação Executiva. "O Legacy 500 é realmente o produto que o mercado deseja e busca."

Primeiro jato executivo da categoria midsize a incorporar o sistema de controle eletrônico fly-by-wire, a aeronave tem uma cabine de 1,82 metro de altura e piso plano."De longe, o Legacy 500 tem a maior cabine de toda a categoria, com o conforto e a tecnologia encontrados somente em aeronaves maiores e bem mais caras", disse Pellegrini. "Ele elevará, sem dúvida, o padrão da indústria para projetos futuros em relação à tecnologia, desempenho, estilo e conforto."

O Legacy 500 será seguido pelo quarto projeto clean-sheet da Embraer Aviação Executiva, o Legacy 450, da categoria midlight, que entrará em serviço um ano depois. "Projetos clean-sheet são parte do nosso DNA. Eles são a razão da nossa sensibilidade às necessidades dos clientes", afirmou Pellegrini. Os bem-sucedidos jatos Phenom 100 e Phenom 300 também são projetos clean-sheet.

Dois modernos motores Honeywell HTF 7500E, de baixo consumo de combustível e capazes de produzir até 6.540 libras de força propulsora equipam o Legacy 500, bem como a aviônica Pro Line Fusion da Rockwell Collins com sistema de visão sintética.



Fonte: www.embraer.com.br

Autor: Embraer