< Voltar

Líder Aviação aumenta homologação para aeronaves Bombardier

Operadores poderão contar com um novo portfólio de serviços, sem ter que enviar o avião ao exterior

Envie a um amigo Curtir
Tweet

19/04/2016

Líder Aviação aumenta homologação para aeronaves Bombardier

A Líder Aviação conquistou uma ampliação da homologação para serviços em aeronaves Bombardier Challenger e Global. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) autorizou a empresa a realizar inspeções maiores em aviões da marca. “Aumentar o escopo de serviços abre portas para novos negócios, pois os operadores desses modelos passam a contar com esse suporte no Brasil e não precisam arcar com o custo de enviar o avião para o exterior”, afirma a diretora de manutenção da Líder Aviação, Sílvia Cioletti.

A nova homologação possibilita à equipe de manutenção da Líder realizar inspeções mais complexas e com maiores intervalos. “No Challenger 600, tínhamos autorização para fazer inspeção de até 24 meses. Agora, passamos para 36”, exemplifica a diretora, que também destaca que o primeiro contrato após a homologação foi rapidamente fechado: “No dia seguinte à publicação, um cliente já agendou uma inspeção de 36 meses para um Challenger 605, o que reforça nossa credibilidade no mercado”, comemora.

De acordo com Sílvia, a conquista faz da Líder o centro de manutenção de aeronaves com a mais ampla gama de homologações do país. Com oficinas em Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, a empresa oferece um vasto portfólio de serviços de serviços de instalações, reparo de aeronaves e componentes. Além da Bombardier, a empresa também é centro de serviços autorizado pelos fabricantes Beechcraft, Bell, Agusta Westland e Eurocopter.
 

 
Saiba o que muda

Série Challenger 300

Antes: 24 meses e 800 horas
Agora: 72 meses e 1600 horas

Série Challenger 600

Antes: 24 meses e 800 horas
Agora: 36 meses e 800 horas

Família Global

Antes: 24 meses e 500 horas
Agora: 30 meses e 1000 horas

Fonte: Líder Aviação