< Voltar

Raisbeck lança hélices “Swept-blade” para o King Air C90

O novo modelo aumenta o impulso e a eficiência dos motores, reduzindo a distância para pouso e decolagem.

Envie a um amigo Curtir
Tweet

11/05/2013

Raisbeck lança hélices “Swept-blade” para o King Air C90

A Raisbeck Engineering, em parceria com a Hartzell Propeller, lançou recentemente as novas hélices “Swept-blade” para a família de turboélices Beechcraft King Air C90. O novo modelo aumenta o impulso e a eficiência dos motores, reduzindo a distância para pouso e decolagem. Além disso, contribui para uma diminuição significativa do ruído interno da cabine e do cockpit.

Com 96 polegadas de diâmetro, a swept-blade possui 6 a mais do que o modelo original de fábrica. O ângulo de inclinação das pás é de 30 graus, ainda maior do que o da swept-blade desenvolvida para o King Air 200 (lançada em janeiro de 2013), com 24 graus. O aumento do ângulo permite um diâmetro final ainda maior, porém sem aumentar o ruído de operação.

As novas hélices estarão disponíveis a partir de janeiro de 2014 e poderão ser comercializadas como uma modificação única, ou incluídas em um dos pacotes oferecidos pela Raisbeck, como o EPIC, que inclui a instalação das quilhas inferiores (dual-aft body strakes) e aumento de 400 libras da capacidade de peso bruto. Com flaps levantados, este pacote permite uma distância de decolagem (com obstáculo de 15 metros) de 645 metros, uma redução de 255 metros do modelo original. A distância para o pouso, também com obstáculo de 15 metros, é de 636 metros sem o uso de reverso, uma redução de 108 metros. Com o uso de reverso a distância final é de 474 metros.

 “Estamos muito satisfeitos com o desempenho geral que estas hélices irão proporcionar para os operadores do King Air C90GTx e outros C90 que utilizam os motores PT6A-135A,” disse Davud Kasparov, gerente de desenvolvimento de hélices da Raisbeck Engineering, que nos últimos quatro anos trabalhou junto com os engenheiros da Hartzell Propeller para a criação da swept-blade.

James Raisbeck, fundador e CEO da empresa, disse que as novas hélices são um novo marco tanto em estética quanto em desempenho. “De todos os aprimoramentos que fizemos na família King Air nos últimos 31 anos, este é claramente o mais visível e impressionante.”