< Voltar

TAM Aviação Executiva abre centro de manutenção no Ceará

O novo espaço atenderá todos os modelos da Cessna do mercado do Norte e Nordeste

Envie a um amigo Curtir
Tweet

24/05/2011

TAM Aviação Executiva abre centro de manutenção no Ceará

A TAM Aviação Executiva (TAM AE), líder no mercado de comercialização de aeronaves executivas no País, vai inaugurar, no primeiro semestre de 2012, um centro de manutenção de aeronaves na cidade de Aracati, no litoral do Ceará, região que vem recebendo grandes incentivos e investimentos por parte do governo estadual com o objetivo de fomentar o seu potencial turístico e econômico. O novo centro, que terá 10.000 m² e irá focar no crescente mercado de aviação executiva do Norte e Nordeste, terá capacidade técnica para efetuar todos os serviços de manutenção e reparos em qualquer modelo de aeronaves da Cessna.

O centro será instalado no aeroporto de Aracati, que se encontra em adiantada fase de construção. A pista de pouso de 1.800 metros já está concluída e 60% das obras civis e 50% da área coberta do terminal de passageiros já estão prontos. O investimento para a construção de uma base de manutenção e um hangar é estimado em R$ 30 milhões e será feito em conjunto com o governo do Estado do Ceará. Além disso, TAM AE e governo cearense estabeleceram uma parceria para a criação de um centro de formação de mão de obra técnica. Quando estiver pronto, o centro de manutenção irá gerar 100 empregos diretos e outros 100 indiretos.

"A decisão de criarmos um novo centro no Nordeste insere-se na lógica de pouparmos deslocamentos e oferecer bons serviços aos nossos clientes, sobretudo do Norte e Nordeste do País. Já vínhamos acompanhando o potencial do mercado da aviação na região que se encontra em plena expansão. Concluímos um acordo com o governo cearense viabilizando o projeto. Nossa empresa será responsável pelo desenvolvimento da mão de obra, pelos equipamentos e pela tecnologia do novo centro, enquanto o governo estadual será responsável pelos investimentos relacionados à infra-estrutura", afirma Fernando Pinho, CEO da TAM Aviação Executiva, acrescentando que a empresa estuda criar em Aracati um serviço de FBO (Fixed Base Operation) com a infra-estrutura de alfândega e imigração de passageiros de forma a utilizá-lo como porta de entrada no país e recepção das aeronaves executivas provenientes da Europa e dos Estados Unidos.

Com a entrada em funcionamento das oficinas de Aracati, a TAM AE, que também está expandindo e realizando novos investimentos nos centros de serviços de Belo Horizonte e Brasília, estima que o Centro de Manutenção de Jundiaí - o maior serviço autorizado da Cessna fora dos Estados Unidos e que vem funcionando acima da sua capacidade - apresente uma redução no volume de aeronaves atendidas, adequando sua capacidade instalada para fazer frente ao crescimento da frota Cessna na região Sudeste.


TAM AE

Hangar da TAM em Jundiaí.



Fonte: TAM Aviação Executiva

Autor: Insight Comunicação