< Voltar

Textron, proprietária da Cessna, conclui aquisição da Beechcraft

Nova empresa Textron Aviation combinará duas gigantes da aviação geral

Envie a um amigo Curtir
Tweet

25/03/2014

Textron, proprietária da Cessna, conclui aquisição da Beechcraft

A Textron fechou a aquisição da Beechcraft Corporation e revelou que, com o acordo concluído, irá combinar as operações da Cessna, Beechcraft e Hawker em um novo segmento – Textron Aviation – liderada por Scott Ernest, CEO da Cessna.

Bill Boisture, CEO da Beech, não continuará na nova empresa segundo um porta-voz.

“Cessna, Beechcraft e Hawker continuarão sendo marcas distintas, preservando suas histórias e posições no mercado,” segundo a Textron em um comunicado divulgado em 14 de Março. “As 3 fabricantes irão combinar mais de 100 anos de experiência em aviação e uma base de clientes com mais de 250.000 aviões em todo o mundo. Daqui para a frente, a Textron pretende compartilhar e alavancar as melhores práticas em toda a sua operação, para promover sua posição no mercado como uma autoridade da aviação.”

Sob os termos da transação, a Textron pagou cerca de US$1,4 bilhão para a Beech Holdings, então proprietária da Beechcraft Corp. O plano de aquisição foi divulgado em 26 de Dezembro de 2013, com a expectativa de finalizar o negócio até meados de 2014.

A aquisição irá casar duas das maiores fabricantes da aviação geral. A visão original é manter as identidades separadas, conservando suas marcas e mantendo a maior parte da diretoria intacta. Do ponto de vista financeiro, a Textron irá tratá-las como uma única empresa: Textron Aviation.

A Textron prevê um aumento de US$ 65 milhões na receita em 2014 e até US$ 85 milhões nos próximos dois ou três anos, ambos devido à redução de custos e potenciais oportunidades de negócio. Os gestores esperam aumentar o lucro dentro de dois anos.

“Esperamos que a integração da Beechcraft e Cessna seja um processo contínuo e que continue colocando nossos clientes em primeiro lugar”, disse Ernest. “A Textron Aviation não só abrange uma rede global de serviços e clientes, mas também uma força de trabalho extremamente experiente.”

A carteira combinada inclui jatos executivos Citation e Hawker, turboélices King Air e Caravan, os icônicos aviões com motor a pistão Baron, Bonanza e toda a linha Cessna, além do treinador T-6 e a aeronave de ataque leve AT-6.

O acordo também dará aos clientes acesso combinado à rede global de serviços das três marcas.

Autor: Redação FlightMarket
Fonte: Aviation Week