< Voltar

Piper retoma serviço de frota “groundeada” do M600

A fabricante havia encontrado uma rachadura em uma longarina de asa durante a montagem final da aeronave

Envie a um amigo Curtir
Tweet

21/09/2017

Piper M600



A Piper Aircraft informou que retomou a operação dos 39 turboélices M600 que estavam “groundeados” desde julho, quando a fabricante norte-americana emitiu um boletim de serviço obrigatório após descobrir uma rachadura em uma longarina de asa durante a montagem final de uma aeronave em sua linha de produção. Após inspecionar todas as aeronaves, a Piper não encontrou nenhuma anomalia e constatou que uma única peça foi fabricada fora das tolerâncias mínimas por seu fornecedor de longarinas.

Para aliviar futuras preocupações dos proprietários, a Piper estendeu a garantia de 5 para 7 anos de todos os componentes da estrutura das asas.

O Piper M600 é um monomotor turboélice de US$ 3 milhões equipado com aviônicos Garmin G3000. O modelo entrou em serviço em junho de 2016.

Redação FlightMarket